I Congresso Internacional Interdisciplinar em Ciências Sociais e Humanidades (CONINTER)

uff_coninter

uff_coninterO I Congresso Internacional Interdisciplinar em Ciências Sociais e Humanidades (CONINTER) tem como tema “Perspectivas e desafios da interdisciplinaridade” e foi criado pela Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação Interdisciplinares em Ciências Sociais e Humanidades (ANINTER-SH). O evento acontece nos dias 3 a 5 de setembro de 2012 na Universidade Federal Fluminense, em Niterói-RJ.

A chamada de trabalhos está aberta até o dia 29 de julho e será realizada de acordo com os seguintes GTs:

GT01 – Movimentos sociais e desigualdades
GT02 – Gestão, políticas públicas e sociais
GT03 – memória e patrimônio
GT04 – Relações étnicorraciais
GT05 – Cultura, multiculturalismo e interculturalismo
GT06 – processos sociais e sustentabilidade
GT07 – Economias e trabalho
GT08 – Comunicação, artes e cidades
GT09 – Saúde e sociedade
GT10 – Estudos do desenvolvimento
GT11 – Informação, educação e tecnologias
GT12 – Ciências e humanidades
GT13 – História, linguagem e produção do conhecimento
GT14 – Conflitos territoriais e socioambientais
GT15 – Pensamento social contemporâneo
GT16 – Estudos de gênero, feminismo e sexualidades
GT17 – Estudos de família e gerações
GT18 – Acesso à justiça, direitos humanos e cidadania

Para mais informações: http://coninter.blogspot.com.br

 

Artigo publicado na Revista Acadêmica Animus (UFSM)

revista animus

revista animus

A Revista Animus é uma revista científica de Qualis B3 publicada pelo Programa de Pós-graduação em Comunicação da  Universidade Federal de Santa Maria. A sua mais nova edição (v. 11, n. 21) traz o Dossiê Temático “Comunicação no ambiente da web”.

A outra boa notícia é que este dossiê conta com um artigo que produzi em coautoria com a minha amiga Melina Silva. Veja detalhes do artigo:

Título:Distribuição gratuita de música digital como dádiva no ciberespaço

Mônica de Sá Dantas Paz, Melina Aparecida dos Santos Silva
Resumo: Este artigo visa a investigar a distribuição musical gratuita no ciberespaço, realizada e incentivada por músicos independentes, utilizando o conceito antropológico da dádiva, inicialmente observado por Marcel Mauss na obra Ensaio sobre a dádiva (1950). A proposta busca analisar as práticas colaborativas de artistas do circuito nacional e internacional que disponibilizaram seus álbuns inteiros para download; associando tal ato à tripla ação de dar, receber e retribuir estudada por Mauss, no início do século XX. Portanto, a dádiva será considerada como uma relação de troca na qual o bem circula a favor do vínculo entre os atores da cadeia de produção, divulgação e consumo musical no ciberespaço. Baseando-se em releituras das pesquisas de Mauss, parte-se da hipótese de que esta distribuição musical no ciberespaço encaixa-se na esfera da dádiva a desconhecidos, uma transformação da dádiva nas sociedades contemporâneas, visto que funciona como uma circulação espontânea de bens imateriais entre estranhos na internet.

ANIMUS – Rev. Inter. de Com. Midiática, E-ISSN 2175-4977